20 de Setembro de 2017

O perfil comercial após transformação digital

No passado, o comercial tinha um trabalho muito árduo e uma tarefa entre maratonista e telefonista de um call center, em que para aumentar as suas probabilidades teria de contactar centenas ou milhares de potenciais clientes.

Hoje, o comercial deverá, a meu ver, desenvolver uma estratégia de carreira e posicionar-se como “o especialista” de determinado produto ou serviço, e vivê-lo intensamente produzindo conteúdo sobre o mesmo, por forma a chegar ao maior número de interessados e assim criar a sua própria “marca pessoal” e ser contactado pelos interessados, ou seja, gerar “leads” de negócio que posteriormente passam a vendas, ou seja, conversões.

Pode consultar o artigo completo na Edição #05 da Revista Game Changer

por RICARDO TEIXEIRA
CEO, COMPUWORKS