fbpx
3 de Março de 2020

Moda ou modo de vida?

GC9 fcb post 10 Galileu

Começou numa moda… e todos queremos que se torne num modo de vida!

Acho que ainda está no estado de moda, mas verifica-se, em vários domínios, esforços no sentido de transformar este tema e preocupação num modo de vida presente e futuro, pois a sobrevivência saudável das futuras gerações depende do que for feito. Repito, feito, agora!

Muito se tem falado sobre sustentabilidade, pelo que não vou entrar em pormenores. Gostava apenas de partilhar algumas ideias soltas que me surgiram aquando do convite para este artigo.

 

1. Dificuldade na mudança de mentalidade e consequente forma de agir

A mudança é muito difícil. Todos nós sabemos. Sair da nossa zona de conforto e FAZER DIFERENTE é sempre mais difícil, pois sabemos que vamos investir mais energia e, por outro lado, não sabemos qual o resultado final.

O desconhecido é o incerto, mas, como nos ensinou Spencer Johnson, no seu livro Quem Mexeu no Meu Queijo, as mudanças fazem parte das nossas vidas e é isso que as torna tão maravilhosas.

Se estamos preocupados com a sustentabilidade futura, temos de mudar e agir. Partilho uma história verídica numa organização que decidiu iniciar uma campanha de “desplastificação” junto dos seus colaboradores. Para isso, deu garrafas de vidro aos colaboradores, colocou em sítios estratégicos fontes de água, elaborou cartazes com a campanha, de forma a que fosse visível, tivesse impacto e divulgou a campanha nas redes sociais. Mas, nessa mesma altura, algumas das reuniões da administração tinham, na sala, garrafas de plástico com água para consumo. Queremos que os outros mudem, mas… e nós? Já iniciámos este processo de mudança?

Consulte o artigo completo na Edição #9 da revista Game Changer

 

por

Carlos Bernardo
Recursos Humanos
Grupo Rumos – Knowledge sharing