22 de Março de 2017

“I know Kung Fu!” O E-Learning não é (só) ficção científica

No filme de 1999, o herói Neo acorda no futuro sem competências nem ferramentas para lutar contra os programas que controlam a Matrix, mas consegue rapidamente descarregá-los à medida das suas necessidades. Num ápice ganha conhecimentos de Kung Fu e outras artes marciais e escolhe um arsenal de armas para o ajudar na difícil batalha que se avizinha.

Ficção Científica? Não necessariamente – a formação E-Learning já funciona de forma muito semelhante!

As Organizações recorrem atualmente a formação E-Learning para dotar os colaboradores de ferramentas e conhecimentos necessários para atingir objetivos e ultrapassar desafios. Aqui e agora, o Kung Fu e as armas são a formação em Tecnologias de Informação ou o desenvolvimento de Competências Empresariais. O processo não é, para já, instantâneo, mas tal como em “The Matrix” é digital, permite aos profissionais aprender e praticar a matéria ao seu ritmo e aceder a conteúdos customizados.

Pode consultar o artigo completo na Edição #03 da Revista Game Changer

por PEDRO TAVARES 
Diretor ALTA LÓGICA