22 de Março de 2017

Formação como resposta às disrupções globais

Como pode a formação executiva melhorar a qualidade da gestão em Portugal?

A formação executiva revela-se fundamental para a melhoria da Gestão em Portugal. A necessidade dos executivos se manterem atualizados, num contexto em atual mudança, não é opção, mas sim algo absolutamente mandatório. Quando tudo parece inventado e dominado, surgem inúmeras inovações disruptivas que obrigam os executivos a repensar todas as suas práticas de gestão, sob pena de um dia acordarem e constatarem que “estão a falar sozinhos” e que o mundo já seguiu numa qualquer outra direção. E os últimos anos têm sido especialmente férteis em inovações disruptivas. Basta pensar nos impactos que estão a ter fenómenos como as Redes Sociais, os Smartphones e Tablets, as soluções na Cloud, a Internet of Everything, a Big Data (só para referir alguns) e as profundas alterações que cada uma delas (e todas em conjunto) estão a ter na forma como todos nós (consumidores e organizações) funcionamos e comunicamos.

Pode consultar o artigo completo na Edição #03 da Revista Game Changer

por RUI SANTOS
Partner da InPar – In Partnership Business Consulting e presidente da AproCS