28 de Março de 2018

ExpoRH: Fatores determinantes para uma boa EMPLOYEE EXPERIENCE

Nos passados dias 14 e 15 de março, a GALILEU marcou presença na 17ª edição da ExpoRH, o maior evento da área de Recursos Humanos à escala nacional, que decorreu no Centro de Congressos do Estoril. Com o mote “Experience is the way”, o evento teve como principal enfoque a experiência dos colaboradores no seio da Organização.

De forma a desafiar os participantes a refletir sobre o tema, a GALILEU desenvolveu um conjunto de atividades com base em três perguntas-chave:

  • Há diversos fatores determinantes para uma boa employee experience. Consegue identificá-los?
  • Como melhorar a employee experience da Organização?
  • Employee experience: Se tivesse que escolher…

Os resultados foram esclarecedores e salientam a comunicação e a cultura organizacional como fatores determinantes de uma boa employee experience.

 

Fatores determinantes para uma boa employee experience

Convidados a identificar fatores que determinam uma boa Employee Experience na Organização, a maioria dos participantes destacou a comunicação, seguida do trabalho de equipa, motivação das equipas de trabalho e cultura organizacional. Mas foram muitos os elementos mencionados, tal como a existência de oportunidades de crescimento no seio da organização, a abertura à partilha de ideias, o alinhamento com a organização ou a definição de objetivos.

 

Melhorar a employee experience na Organização

Os participantes foram convidados a trabalhar um mind-map e identificar formas de potenciar e melhorar a employee experience nas organizações em seis seis áreas-chave: onboarding, comunicação, engagement, desenvolvimento/formação, recrutamento e gestão de desempenho.

  • Onboarding

Para garantir uma boa Employee Experience na chegada à organização, os participantes identificaram, entre outros pontos, ser essencial o envolvimento, tanto do colaborador como da equipa que o irá receber, um alinhamento com a estratégia global da organização e mecanismos que permitam uma rápida e correta integração do novo elemento na organização, nomeadamente através do recurso à formação e/ou às figuras de tutores, mentores ou orientadores.

  • Comunicação

A comunicação foi um dos fatores identificados como essenciais a uma boa Employee Experience. Os participantes destacaram que deve ser objetiva/clara, multilateral, transversal, transparente e coerente/alinhada.

A grande maioria dos participantes indicou que a comunicação é tão importante que deve ser constante e não apenas pontual, e que é fundamental nos momentos-chave ou de mudança para a Organização.

  • Engagement

O Engagement dos colaboradores deve ser trabalhado com uma estratégia de comunicação que fomente o envolvimento  dos colaboradores no desenvolvimento de projetos, na tomada de decisão e na definição de de objetivos comuns.

  • Desenvolvimento e Formação

A maioria dos participantes considerou importante uma estratégia de desenvolvimento dos colaboradores assente na formação contínua. De forma a potenciar o impacto na Employee Experience, o plano de formação deve ser definido em conjunto com os colaboradores que dele serão alvo e abarcar competências técnicas, pessoais e empresariais, incluindo (mas não se limitando a) o desenvolvimento de competências necessárias para o desempenho das suas funções.

  • Recrutamento

A fase de recrutamento reveste-se de especial importância para aquilo que será a experiência dos novos colaboradores na organização. É necessário comunicar características procuradas forma clara e eficaz e quais as funções a desempenhar, fazendo desde logo uma gestão de espectativas do novo colaborador.

  • Gestão de desempenho

No que diz respeito à gestão de desempenho, os participantes dividiram-se entre o feedback, os objetivos definidos com o envolvimento do colaborador, o acompanhamento e monitorização, a definição de objetivos claros e concretizáveis e a avaliação justa e bilateral.

 

Employee experience: Se tivesse que escolher…

Por fim, os participantes foram desafiados a escolher, de entre oito, as três áreas que consideram prioritárias trabalhar para uma boa employee experience, indicando a mais importante (vermelho), a segunda mais importante (verde) e a terceira mais importante (azul).

Os resultados demonstram que a equipa e os relacionamentos interpessoais, seguida da comunicação e da cultura organizacional são os fatores que os participantes privilegiam no que toca à melhoria da experiência dos colaboradores.